Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

PM invade na ilegalidade o Centro Paula Souza, e reintegração é suspensa pela Defensoria

Policiais militares invadiram a ocupação dos secundaristas no Centro Paula Souza na manhã desta segunda-feira (02). Segundo o governo, a ação ocorreu para “garantir o trabalho dos funcionários”. A Defensoria Pública suspendeu o pedido de reintegração de posse — provando a ilegalidade da ação da Polícia Militar no local.

O diálogo parece não existir para o governo estadual de São Paulo quando o assunto é educação.

Pelo menos é o que parece pelas ações do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Na manhã desta segunda-feira (02), o Centro Paula Souza foi invadido por policiais militares e pela Tropa de Choque. A ação ocorreu na ilegalidade, já que não havia mandado para entrar no prédio ou retirar os estudantes que o ocupam desde a última quinta-feira, dia 28 de abril.

Segundo a Assessoria de Imprensa do Centro Paula Souza, a ação ocorreu para “garantir o trabalho dos funcionários da instituição”.

Leia mais:
https://medium.com/democratize-m%C3%ADdia/pm-invade-na-ilegalidade-o-centro-paula-souza-e-reintegra%C3%A7%C3%A3o-%C3%A9-suspensa-pela-defensoria-237c89a0ebe2#.53k6stuxe

Anúncios