Tags

, , , , , , , , ,

Na Itália, esqueleto enterrado há 2 mil anos apresenta sinais de crucificação

Um homem teria sido crucificado assim como a Bíblia descreve a execução de Jesus Cristo. É a segunda descoberta do tipo em anos

Após estudos realizados em um esqueleto enterrado há 2 mil anos, arqueólogos das Universidades de Ferrara e Florença, na Itália, descobriram que o homem morreu após ter sido crucificado. O método é semelhante ao da execução de Jesus Cristo, descrito na Bíblia cristã.

As novas pesquisas revelaram uma fratura não curada presente em um dos ossos que compunham o calcanhar do pé direito do homem. Os arqueólogos acreditam que a lesão foi causada por um prego. “No caso específico, apesar das más condições de conservação, podemos demonstrar a presença de sinais no esqueleto que indicam uma violência semelhante à da crucificação”, diz Emanuela Gualdi, autora do estudo da Universidade de Ferrara, em entrevista ao portal Extense.

Leia mais:
https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/historia-hoje/esqueleto-crucificacao-italia.phtml%3CURL%3E?utm_source=uol.com.br&utm_medium=home-uol&utm_campaign=uol