Tags

, , ,

Médica filha de pai semialfabetizado é a 1ª mulher a dirigir faculdade da USP

Foram necessários 65 anos para que uma mulher assumisse o posto de comando mais alto de uma das mais tradicionais faculdades de medicina do país, a USP de Ribeirão Preto (SP). O ciclo foi rompido pela médica Margaret de Castro, 57, filha de mãe professora e de pai rural semianalfabeto.

Escolhida diretora da faculdade para uma gestão de quatro anos, Margaret é formada em medicina pela Universidade Federal do triângulo Mineiro e livre docente pela própria USP-Ribeirão.

Leia mais:
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/03/1864573-medica-filha-de-pai-semianalfabeto-e-a-1-mulher-a-dirigir-faculdade-da-usp.shtml

Anúncios