Tags

, , , , , , , ,

Bike “familiar” permite interação maior da família entre si e com a cidade. Foto: Luis Pavão Luba

Bike “familiar” permite interação maior da família entre si e com a cidade. Foto: Luis Pavão Luba

Família de Ubatuba/SP usa bicicleta riquixá como meio de transporte

Em Ubatuba, litoral norte de São Paulo, uma família levou bastante a sério o conceito de que é possível viver sem automóvel. A bióloga Fabiana Carvalhal, mais conhecida como Biba, e o marido Matías Larco, educador ambiental, são pais de quatro meninas (uma de 2 anos, duas gêmeas de 4 e a mais velha de 7 anos). E essa família não tem carro.

Biba conta que enquanto as crianças eram pequenas, eles se viravam com duas bikes, cadeirinhas e sling. “Muitas vezes eu carreguei três crianças em uma bicicleta”, lembra. Mas as meninas estavam crescendo e já não dava mais para levá-las, especialmente se um dos dois adultos não estava. “A gente também não podia e não queria ter um carro.”

Em agosto de 2013, a família se mudou de Ilha Bela (SP) para Ubatuba (SP), uma cidade cheia de ciclovias, onde todos andam de bike. Na nova cidade, Biba e Matías começaram a pensar em uma bicicleta que comportasse um adulto e as crianças e que pudesse atender as necessidades da família.

Leia mais:
http://vadebike.org/2015/02/bicicleta-tuk-tuk-riquixa-rickshaw-casal-criancas-ubatuba/

Anúncios