Tags

, , , , , , , , , , , , ,

A ESCOLA DE LEMANN

Instituição em Botafogo promete misturar tradição e inovação

Financiada pelo homem mais rico do país e inspirada nas melhores instituições de ensino do mundo, o colégio que funcionará no prédio da antiga Casa Daros começa a selecionar seus alunos

A escolha do colégio ideal para os filhos sempre acarreta dúvida e hesitação aos pais. É melhor apostar em uma instituição tradicional, que preze pelo rigor acadêmico e lidere o ranking dos exames de qualificação, ou outra com proposta mais alternativa, em que a criatividade seja a prioridade? E o que dizer das que oferecem currículo internacional, com a garantia de fluência em um segundo idioma e preparo para uma faculdade no exterior? A partir de 2017, os cariocas terão mais uma opção, que promete ser diferente de todas as anteriores sem, entretanto, abrir mão do que elas têm de melhor. Trata-se da Escola Eleva, sediada no prédio histórico onde funcionou a Casa Daros, que terá um padrão de excelência inédito no Rio. Com a ambição de reproduzir por aqui iniciativas bem-sucedidas de alguns dos melhores colégios do mundo, será adotado o regime de turno integral, das 8 às 16 horas. Bilíngue da educação fundamental ao ensino médio, a instituição propõe-se a formar alunos fluentes em inglês. Paralelamente à grade curricular tradicional, será oferecido um leque de vinte disciplinas eletivas para atender aos interesses individuais dos alunos. O financiamento da empreitada está a cargo do fundo Gera Venture Capital, que tem como principal investidor Jorge Paulo Lemann, dono de uma fortuna estimada em 30 bilhões de dólares, que o torna o homem mais rico do Brasil e o 19º do mundo. Tanto o fundo quanto a instituição de ensino não revelam valores, mas estima-se que os recursos consumidos são da ordem de 100 milhões de reais. “Apoio a criação de uma escola de referência por achar que melhorar a educação é essencial para termos um Brasil mais justo, pragmático e competitivo no futuro”, declarou Lemann a VEJA RIO. O burburinho em torno da escola é tamanho que 500 famílias já demonstraram interesse em matricular seus filhos ali. E o frisson deve aumentar a partir de 11 de abril, quando começam as inscrições formais para o processo seletivo no site da instituição.

Leia mais:
http://vejario.abril.com.br/materia/cidade/escola-lemann-botafogo-inovacao

Anúncios