Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Quem é quem na tentativa de golpe de Estado na Turquia?

Perfis de cinco figuras chave durante a sublevação militar

O primeiro-ministro, Binali Yildirim, tomou o controle do Governo em maio, substituindo Ahmet Davutoglu, forçado pelo presidente turco Recep Tayyip Erdogan a renunciar ao seu cargo por considerá-lo não suficientemente afeito aos seus planos de transformar a Turquia em uma república presidencialista. Yildirim é um homem de comprovada lealdade ao presidente turco, a quem acompanha desde sua época como prefeito de Istambul na década de 1990. Até sua nomeação como primeiro-ministro foi ministro em vários governos do AKP.

O atual chefe do Estado Maior, Hulusi Akar, foi nomeado ao seu posto em 2015 durante o Conselho Militar Supremo, a reunião entre as cúpulas do Governo e as Forças Armadas que todo ano decide as promoções e expulsões do Exército. A reunião de 2016 era prevista como especialmente espinhosa já que, de acordo com diversas informações, o Executivo teria preparado um plano para retirar do Exército numerosos militares contrários aos governantes turcos. O maior mérito de Akar foi exatamente seu perfil de baixo escalão e seu silêncio durante os julgamentos contra supostos planos golpistas que, ente 2007 e 2014, dizimaram a cúpula militar. Por isso e pelo fato de que Erdogan o enxergava como um homem próximo ou pelo menos tolerante com os islâmicos foi escolhido para o posto. Foi feito refém pelos golpistas.

Leia mais:
http://brasil.elpais.com/brasil/2016/07/16/internacional/1468625652_206060.html

Anúncios