Tags

, , , , , , , , , , , , , , , ,

América Latina: os ricos quase não pagam impostos

Escândalo dos “Panama Papers” expõe injustiça fiscal, sonegação e “incentivos” tributários — os mecanismos mais utilizados pelas elites do continente para ampliar concentração de riquezas

A exposição das manobras dos ricos e poderosos de todo o mundo para ocultar seu dinheiro e, em muitos casos, evadir impostos reacende o debate sobre a proporção entre as contribuições fiscais de pessoas em situação econômica mais privilegiada e o tamanho de sua fortuna.

Organizações internacionais apontam para um grande desequilíbrio na América Latina – na região, os 10% mais ricos concentram 71% da riqueza, mas pagam apenas 5,4% de seus rendimentos em impostos, em média, segundo dados da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

De acordo com a Cepal, entre os principais países do continente, apenas o México tem os mais ricos pagando mais de 10% de imposto – o Brasil aparece com um percentual em torno de 6% – e em muitas nações alíquota pode ser tão baixa como 1%.

Em países desenvolvidos, o percentual é bem mais significativo – 14,2% nos EUA, 25% no Reino Unido e 30% na Suécia, por exemplo.

Leia mais:
http://outraspalavras.net/outrasmidias/destaque-outras-midias/america-latina-onde-os-ricos-quase-nao-pagam-impostos/

Anúncios