Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

vídeo: Entre o município de Cantá e Alto Alegre, em Roraima, encontra-se o Parixara Macuxi nas comunidades de Barro Vermelho e Boqueirão, respectivamente. Na primeira encontramos seu José Aristo de Souza, conhecido por Zé Macuxi, senhor que conservava e difundia os cantos e danças dos Macuxi na ocasião da festa que recebeu o projeto. Ele cantou inúmeros cantos parixara e areruya em Macuxi, em uma performance solo. Já em Boqueirão, o Parixara Macuxi foi registrado por meio das crianças da escola da comunidade. Por meio da escola, os meninos do grupo de dança parixara Tukuí organizaram e apresentaram uma dança com cantos, tanto em Macuxi como em português. Destaque para a relação entre o Parixara cantado por diferentes gerações. Patrocinado por meio da lei de incentivo do Ministério da Cultura do Governo Federal pela Natura e Natura Musical.

Acervo de canções indígenas da Amazônia chega na internet

A diversidade musical das comunidades indígenas do norte do Amazonas e do Estado de Roraima foi reunida em uma inédita e rica coletânea. São quase quatro horas de 80 faixas musicais de grupos indígenas das etnias baniwa, wapichana, macuxi e tauepang, resultado do projeto intitulado “A Música das Cachoeiras” do grupo Cauxi Produtora Cultural. O nome é uma referência às correntezas e cachoeiras da bacia do Alto rio Negro, no Amazonas.

Agenor Vasconcelos, coordenador do projeto, define o projeto como um “registro etnográfico audiovisual”, no qual o principal foco é a música. O acervo completo do projeto para stream e download está disponível no site soundcloud.com/musicadascachoeiras.

Os autores de “A Música das Cachoeiras” empreenderam uma expedição de janeiro a junho deste ano nas comunidades indígenas. Registraram a gaitada do músico Ademarzino Garrido e a embolada do pandeiro de comunidades do Alto Rio Negro, no Amazonas, a incomum mistura forró tradicional com a dança tradicional Parixara, o hip-hop dos índios taurepang, entre outros gêneros musicais indígenas.

Leia mais:
http://amazoniareal.com.br/acervo-inedito-de-cancoes-indigenas-da-amazonia-chega-na-internet/

Site A Música das Cachoeiras

Anúncios