Tags

, , , , , , , , , ,

 Scott Kelly passou 340 dias no espaço, um recorde para astronautas americanos - Bill Ingalls / AP

Scott Kelly passou 340 dias no espaço, um recorde para astronautas americanos – Bill Ingalls / AP

Astronauta ‘cresce’ 4 centímetros após um ano no espaço

Alteração é provocada por alongamento da espinha por causa da ausência de gravidade

No período de 340 dias em que esteve a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), o astronauta americano Scott Kelly realizou centenas de experimentos e sofreu alterações no próprio corpo. De acordo com a Nasa, Kelly retornou à Terra 4 centímetros mais alto do que quando deixou o planeta — um fenômeno comum entre astronautas. Sem a pressão exercida pela gravidade, os espaços entre os discos da coluna vertebral se expandem.

A diferença na altura foi notada na checagem logo após o pouso da cápsula Soyuz, na madrugada de quarta-feira, no Cazaquistão. Mesmo que a medição não fosse feita, Kelly perceberia rapidamente a diferença de altura. Uma das primeiras pessoas com quem ele se encontrou após o retorno da longa jornada foi o seu irmão gêmeo idêntico, Mark Kelly, ex-astronauta da Nasa.

— Esse aumento de altura já passou, porque é um efeito do acúmulo de fluido nos discos da coluna, entre as vértebras. Com a volta à gravidade, esses discos são espremidos novamente, e ele já deve ter voltado à sua altura normal — disse John Charles, chefe do programa de Pesquisa Humana da Nasa em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira.

Leia mais:
http://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/astronauta-cresce-4-centimetros-apos-um-ano-no-espaco-18803201?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=O%20Globo

Anúncios