Tags

, , , , , , , , , , ,

rodinia-mapa-2-20130227-original

Rondínia: supercontinente formado entre 1,1 bilhão e 750 milhões de anos atrás. O território começou a se fragmentar há 900 milhões de anos (Trond Torsvik/VEJA)

Mauritia, um microcontinente submerso no Oceano Índico

Área teria existido entre 2 bilhões e 70 milhões de anos atrás, e foi coberta pelo mar e por camadas de magma ao longo da separação dos continentes

Em um período entre 2 bilhões e 70 milhões de anos atrás, os continentes eram unidos em um único supercontinente, chamado Rodínia. Este supercontinente foi o pai da Panótia e avô da Pangeia, que, por movimentos tectônicos, deram origem aos continentes atuais. Neste primeiro processo de movimentação e separação, um microcontinente se formou entre as regiões que hoje formam a Índia e a ilha de Madagascar, e durou tempo suficiente para ser submerso por camadas de magma e pelas águas que geraram o Oceano Índico. Batizada de Mauritia, esta faixa de terra foi anunciada em estudo publicado no domingo passado pela revista científica Nature Geoscience.

Atualmente, Índia e Madagascar estão a mais de 4.000 quilômetros de distância. No período da Rodínia, no entanto, os territórios estavam unidos em uma mesma porção continental. Com o início da separação das terras, uma faixa continental se formou, sobre a qual também estariam áreas que hoje formam as ilhas de Seicheles, Reunião e Maurício. Esta faixa foi batizada de Mauritia pelos cientistas do Earth Dinamyc Group, da Universidade de Oslo, na Noruega. Com o tempo e com a movimentação das placas tectônicas, Mauritia acabou se fragmentando, foi coberta por camadas de magma e desapareceu sob as águas do atual Oceano Índico.

Leia mais:
http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/um-microcontinente-submerso-no-oceano-indico