Tags

, , , , , , , ,

Suicídio de jovens mulheres avança em São Paulo

A curta história de Ariele Farias integra um fenômeno crescente na cidade de São Paulo: os casos de suicídio de jovens mulheres, com idade entre 15 e 34 anos.

Mais velha de três irmãs, Ariele vivia com a mãe —os pais, separados, mas de convivência amistosa—, contam que nunca notaram sinais de depressão na primogênita.

Em março de 2014, ao voltar para casa à tarde, após a escola, a irmã mais nova encontrou Ariele enforcada. Ela tinha 18 anos.

Leia mais:
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/02/1742198-suicidio-de-jovens-mulheres-avanca-em-sao-paulo.shtml

Anúncios