Tags

, , , , , , , , , , , ,

Ocupação de 182 escolas em SP vira teste de resistência de Alckmin

Governo tenta ganhar tempo sem uma estratégia de negociação clara

Em frente à Escola Estadual Alves Cruz, na zona oeste de São Paulo, a professora Regina Helena Demange estava apreensiva. Seus dois filhos estudam na escola, que é uma das 493 que funcionam em período integral em todo o Estado. Naquele dia, os alunos organizavam uma assembleia para decidir se iriam ou não ocupar o prédio. “Não sei se é este o caminho, mas é um direito deles [de ocupar]”, disse a mãe, do lado de fora.

A assembleia decidiu que a escola entraria para o movimento que hoje soma 182 escolas ocupadas no Estado. A onda de ocupações, que foi iniciada pela Escola Estadual Diadema há duas semanas, avança em um ritmo acelerado. Provavelmente, até a publicação desta reportagem, esse número já tenha aumentado.

Leia mais:
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/27/politica/1448630770_932542.html