Tags

, , , , ,

Terroristas gritavam: “faremos com vocês o que vocês fazem na Síria”

Agressores gritaram em francês sem sotaque e dois explodiram um cinto explosivo

Após a meia-noite (por volta das 21h de Brasília) da sexta-feira, na casa de espetáculos parisiense Bataclan foram ouvidos até sete disparos e seis detonações. A polícia acabava de entrar. Os agentes temiam que os agressores que estavam fechados na sala com centenas de pessoas que assistiam um show da banda Eagles of Death Metal acabassem mandando-a pelos ares. Mas o massacre já havia sido feito muito antes.

O show começou às 21h (18h de Brasília). 40 minutos depois, enquanto o vocalista da banda californiana começava a tocar a música Kiss the Devil, o público escutou várias detonações junto à porta de entrada. Saídos de um veículo preto estacionado ao lado do Bataclan, três terroristas acabavam de assassinar os guardas de segurança para entrar na sala, antes de começarem a atirar à queima-roupa no público. “Faremos com vocês o que vocês fazem na Síria”, gritaram os responsáveis pelo ataque, de aproximadamente 30 anos e feições árabes, segundo várias testemunhas, e falavam francês sem sotaque. As pessoas que se encontravam perto do palco conseguiram escapar, da mesma forma que a banda. O resto do público não teve a mesma sorte.

Leia mais:
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/14/internacional/1447526376_670754.html

Anúncios