Tags

, , , , , ,

Por Renato Janine Ribeiro, ex-ministro da Educação

Indignado, hoje, com os adeptos do nada-adianta, nada-se-faz, a educação está tão ruim que vamos nos omitir de tudo, quero falar de dois grandes resultados que o Ceará obteve na educação. Partiram de um patamar que não era genial. Se vcs olham os dados do Nordeste como um todo em educação básica, não são admiráveis. Os piores são os do Maranhão, Amapá e Alagoas. (Ganha um doce virtual quem sugerir uma hipótese razoável para isso…). Mas o Ceará deslanchou que foi uma beleza.
Primeiro, com seu Plano de Alfabetização na Idade Certa. O fato é que, se até os oito anos de idade, no final do terceiro ano do Fundamental, a criança não sabe ler, escrever e fazer contas, vai ficar mais difícil ainda, depois, ela aprender. O Ceará o que fez? Preparou cartilhas, treinou professores, monitorou tudo. E com isso ainda colocou professores responsáveis pelas turmas, que iam falar com os pais, se fosse o caso. O avanço é genial. Tanto que a União decidiu federalizar o programa. Mas com menos êxito.
O outro caso: a MELHOR escola pública de ensino médio do Brasil fica no sul do Ceará. Em Mauriti. Quantos já ouviram falar dessa pequena cidade? Pois bem, sua escola ultrapassou Sobral, que é um êxito tremendo graças às políticas do seu prefeito, depois governador, depois ministro Cid Gomes. Mas em Mauriti, dos 99 alunos inscritos no último ano do ensino médio, 99 prestaram o ENEM. É frequente alguns se ausentarem, até para não baixar a média da escola… Em Mauriti, nada disso. Telefonei para o diretor. Perguntei “o segredo”. A principal resposta: no ensino médio, que como se sabe tem vários professores, cada um deles é responsável por uma classe. Fala com os pais, até mesmo vai a suas casas.
Há mais fatores, mas estou convencido de que esse exemplo que o Ceará nos dá no começo e na conclusão da educação básica é chave.
Por isso, da próxima vez que ler um classe-média dizendo que o ensino público é tragédia, é destino, me permitirei pensar que ele tem muito a aprender com o Ceará. E com muito mais gente que se empenha de verdade em fazer os alunos aprenderem.

Anúncios