Tags

, , , , , , ,

Liminar da Justiça proíbe desconto dos dias parados de professores em greve

Uma liminar da juíza da 4ª Vara da Fazenda do TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo proibiu o desconto dos dias parados de professores em greve no Estado.

Segundo Celina Kiyomi Toyoshima, até que haja solução sobre a legalidade ou não do movimento, “afigura-se  prematura o desconto salarial pelos dias da paralisação e de corte do ponto”.

Uma multa diária de R$ 5 mil reais será aplicada caso a liminar seja descumprida.

A Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, por meio de sua assessoria, informou que atuará no sentido de reverter a decisão. “O direito de greve dos servidores está previsto na legislação federal, porém depende de lei até hoje não editada”, afirmou.

Leia mais:
http://educacao.uol.com.br/noticias/2015/05/07/liminar-da-justica-proibe-desconto-dos-dias-parados-de-professores-em-greve.htm