Tags

, , , , , ,

A ré abordada por policiais em Curitiba, após insultos xenófobos.

A ré abordada por policiais em Curitiba, após insultos xenófobos.

Idosa é condenada a quatro anos por insultos racistas na avenida Paulista

Pena, contra a qual não cabe recurso, deve ser cumprida em regime aberto

Os negros levantam a voz

Um dos casos de racismo mais polêmicos dos últimos anos – e não foram poucos – foi encerrado na última quarta-feira sem possibilidade de recurso. A sentença do Tribunal de Justiça de São Paulo condena Davina Aparecida Castelli, de 75 anos, a quatro anos de pena em regime aberto por ter insultado aos berros três pessoas negras que se encontravam em um shopping da avenida Paulista, o coração financeiro da capital paulista. Castelli os chamou de “macacos”, “negros imundos” e “favelados” diante uma multidão atônita. A condenação inicial em primeira instância, de fevereiro de 2014, era mais severa e sentenciava a ré a quatro anos de prisão em regime semiaberto além de lhe exigir uma indenização de 28.960 reais a cada uma das vítimas, mas a Defensoria Pública, responsável pela defesa da idosa, recorreu e conseguiu um castigo um pouco mais leve. A condenada, que não se apresentou em nenhuma das vistas judiciais do processo, não pode recorrer.

No Youtube, é possível assistir a vários vídeos de Castelli, com um andador, chamando de “lixo” um mendigo paraplégico, insultando de “idiotas” os policiais que tentaram prendê-la ou criando um tumulto em uma livraria de Curitiba, em fevereiro deste ano, após descarregar todo tipo de preconceitos contra uma estudante de origem asiática.

Leia mais:
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/04/21/politica/1429637645_173224.html