Tags

, , ,

Contratos em universidades públicas são investigados em cinco Estados

Reportagem conjunta mostra como relações públicas e agentes privados abriram portas para ilegalidades e conflitos éticos

As relações entre universidades públicas e agentes privados, ainda que necessária para tanto para a academia quanto para a sociedade, abrem portas para ilegalidades e conflitos éticos. Contratos obscuros envolvem professores que são, em alguns casos, docentes e donos das empresas beneficiadas — o que é proibido por lei. Intermediações por fundações imersas em ilegalidades ajudam a maquiar a ausência de licitações.

Na reportagem especial Universidades S/A, realizada a partir de investigação conjunta com outros quatro jornais brasileiros — Diário Catarinense, Gazeta do Povo, O Estado de S. Paulo e O Globo —, Zero Hora traz o resultado de uma imersão em instituições que são berçários do conhecimento e da pesquisa do país.

Leia mais:
http://www.clicrbs.com.br/sites/swf/zh_especiais_universidades/index.html