Tags

, , , , , ,

Agredida por pai de aluno, diretora diz que educador não tem reconhecimento

V.M.K., 48, diretora de uma creche municipal na região de Ermelino Matarazzo (zona leste de São Paulo), está afastada do trabalho por ter sido agredida por um pai de aluno, na entrada da própria escola. Ela se protegeu com o braço para não levar um tapa no rosto e ficou com hematomas.

Quase um mês depois da agressão, ela afirma que ainda não tem condições emocionais para retornar ao trabalho. No boletim de ocorrência registrada na polícia, o pai disse que foi ele o agredido, depois de uma discussão.

Leia mais:
http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2015/03/1598305-agredida-por-pai-de-aluno-diretora-diz-que-educador-nao-tem-reconhecimento.shtml