Tags

, , ,

Não, meu filho de 10 anos não está procurando uma namorada. Ele gosta de meninos

No início deste semestre, a escola de nossos filhos mandou para casa uma lista de clubes extracurriculares disponíveis aos estudantes. Meu marido sentou-se com a lista e nossos dois filhos que frequentam a escola elementar. Eles poderiam escolher qualquer clube. Nosso filho do meio, que está na 2ª série este ano e é um adorável nerd, escolheu o clube de jogos de tabuleiro.

Nosso filho mais velho, hoje na 4ª série, escolheu Zumba. Quando tem a opção, ele geralmente escolhe esportes antes de qualquer coisa, mas preferiu o exercício baseado em dança que é Zumba. Ele adora cantar e dançar, por isso apenas encolhemos os ombros e dissemos “Está bem, parece ótimo”. Inscrevemos os garotos e todos ficamos felizes.

Conforme o semestre avançava, ambos desfrutavam seus clubes, mas a opção do mais velho quase sempre recebia a mesma reação, algo como: “Ele é esperto. Aposto que é o único menino lá, e pode escolher a garota que quiser”.

A primeira vez que isso aconteceu fiquei chocada, porque nunca tinha pensado dessa forma. Em nossa casa não seguimos exatamente os papéis tradicionais de gênero. Meu marido é um pai que fica em casa e faz todo o trabalho doméstico e cozinha; sou eu quem trabalha fora de casa em tempo integral. Temos três filhos (mas o menor só começará a escola no ano que vem), e o que eles querem fazer é simplesmente o que eles querem fazer. Nós aceitamos. Não importa que não seja tradicionalmente masculino. Apesar disso, nosso filho mais velho é um estereótipo de menino. Ele adora esportes, videogames, ninjas. Nós consideramos cantar e dançar uma coisa divertida para todo mundo. Em público, meu marido eu somos conhecidos por improvisar números de canto e dança que costumam envergonhar nossos filhos.

Leia mais:
http://www.brasilpost.com.br/Amelia/meu-filho-de-10-anos-gosta-de-meninos_b_6347856.html

Anúncios