Tags

, ,

angolaholanda

Beleza africana: as fotos de Holanda Cavalcanti + a música de NGola Ritmos

Nos últimos 18 anos, a fotógrafa Holanda Cavalcanti tem aproveitado as inúmeras idas e vindas ao continente africano a trabalho, como fotógrafa da revista da Odebrecht, para retratar a beleza de crianças e adultos nas ruas de Moçambique, Angola ou da Libéria, assim como já fazia em sua Bahia natal. Em setembro, expôs algumas das fotos numa galeria em Luanda, sob o título Gente Bela. As imagens também foram reunidas no livro Ê, Povo, Ê (Versal), onde Holanda fazia um divertido jogo de adivinhação entre fotos da Bahia e de Angola. “Eles são muito parecidos, fisicamente e nos costumes, na alegria e na música”, diz.

O NGola Ritmos foi um grupo fundado nos anos 1950 por Carlos Vieira Dias, conhecido como Liceu ou Tio Liceu, considerado o pai da música popular angolana. Nele despontou a cantora Lourdes Van-Dumen, a Tia Lourdes, uma das maiores cantoras de Angola. Escreviam suas letras em quimbundo (língua do grupo banto falada no noroeste do país africano) e se caracterizaram por misturar a percussão africana com o violão. Liceu, um dos fundadores do MPLA (Movimento pela Libertação de Angola), acabou perseguido por suas atividades políticas, foi preso e deportado para Cabo Verde e só voltou a Luanda dez anos depois. Em sua ausência, os NGola Ritmos se consolidaram como o grupo musical que mais denunciou as injustiças do colonialismo.

http://socialistamorena.cartacapital.com.br/beleza-africana-as-fotos-de-holanda-cavalcanti-musica-de-ngola-ritmos/