Tags

, ,

Causas 
na telona
Produtora de Muito Além do Peso e Tarja Branca leva ao cinema discussões sociais

Por Cinthia Rodrigues
“Eu via a arte sendo tratada como uma coisa banal e comercial. Queria fazer diferente porque ela tem responsabilidade muito grande sobre a sociedade.” Separada assim, a frase de Luana Lobo, de 29 anos, pode parecer restrita ao campo do idealismo, mas os resultados da empresa onde ela é uma das diretoras, a Maria Farinha Filmes, mostram uma realidade bem concreta.

Entre outros projetos sociais, a produtora levou às salas de cinema dois documentários com discussões relevantes e, no caso, sobre temas espinhosos. Primeiro a estrear na telona, Muito Além do Peso, de 2012, tratou da obesidade infantil. No filme, a epidemia de sobrepeso que atinge uma em cada três crianças brasileiras é mostrada em várias regiões do País, inclusive em casos aparentemente impensáveis como o de um índio na Amazônia com o problema. Os responsáveis pelos maus hábitos alimentares que acarretam a obesidade entre as crianças são apontados na sociedade, na indústria e na publicidade nessa obra dirigida por Estela Renner, também diretora da Maria Farinha.

Este ano, outro documentário chama  atenção ao trazer um tema à margem da rota comercial do cinema. Tarja Branca, dirigido por Cacau Rhoden, fala sobre a diminuição do lúdico no cotidiano de uma geração que trocou o brincar pelo consumir. Em setembro, dois meses após seu lançamento, o filme ainda estava em cartaz em algumas salas da capital paulista, mas também constava entre os documentários mais baixados na loja iTunes e acessados na Netflix. Ao mesmo tempo, exibições gratuitas começaram a ser feitas em seminários, ONGs e escolas.

Leia mais:
http://cartafundamental.com.br/single/show/307