Educação infantil, o profundo atraso da América Latina

A despesa pública anual por estudante em formação inicial ronda os 4.500 reais, um terço a menos que a média da OCDE
ESPECIAL Termômetro econômico e social da América Latina

O investimento em educação é, sem dúvida, um dos mais rentáveis do mundo. No entanto, a despesa pública em educação infantil por estudante latino-americano é de apenas um terço do investimento feito nas nações desenvolvidas.

No México, a despesa anual em instituições públicas de educação infantil (desde os 3 anos) por estudante foi de 4.970 reais em 2010. Na Argentina foi de 5.441 reais e no Brasil de 4.733 reais, no mesmo ano. Se comparamos, a média da OCDE foi de 14.069 reais em 2010, segundo cálculos da própria organização.

http://brasil.elpais.com/brasil/2014/04/26/internacional/1398531100_750123.html